5 de junho de 2010

Mesadas para ex-mulheres é ridículo

Há coisas que eu não entendo, e esta é uma delas.
Uma mulher conhece um homem com dinheiro, casam, têm filhos, ela leva uma vida de rainha, não faz a ponta dum corno o dia inteiro, cuida das crianças, vai a festas e gasta dinheiro.
Um dia o amor acaba, não interessam os motivos para a questão, e na altura do divorcio, elas, alem de levarem uma fortuna com elas ainda exigem uma pensão de alimentos.......
Para a criança é normal, e estão no seu direito, mas para elas???????
Uma vez li que a ex-mulher do Deco disse que ele tem de lhe dar uma boa pensão e que ela tem direito a ela, para manter o nível de vida a que os filhos estão habituados.......
Porque é que ela não vai trabalhar como qualquer mãe normal???
Se não tem condições então os filhos devem ficar com o pai.
Na minha opinião quem quer manter o nível é ela, mas ele não tem de a sustentar, mas este foi só um exemplo, é brutal a quantidade de mulheres que recebem mesada dos ex maridos para elas próprias e o pior é que o tribunal lhes deve dar razão, se não não entendo mesmo porque e que eles se sujeitam a isso.

5 comentários:

Anne disse...

ridículo, também acho. mas penso que a lei existe para salvaguardar direitos de mulheres que possam ter sido lesadas com o casamento. digo eu. mas como em tudo, há abusos e exploração da boa vontade das pessoas.

Kaja e 15 disse...

Tens muita razão.
Além de como tu dizes levarem o dinheiro e os filhos , ainda têm direito a pensão.
Penso que o contrario não se passa e se é para salvaguardar direitos de terem sido lesadas no casamento, não entendo.
Normalmente ninguém é lesado, os casamentos são feitos com base nos bens adquiridos e divididos por igual em caso de divórcio.

MarKekas disse...

De facto isto é muito estranho! Dar para ajudar os filhos é normal.. agora para elas?? Não se vê elas a terem de dar a eles da mesma maneira! Isto é discriminação!! :P
***

XPTO disse...

Eu conheço uma otária que é ao contrário.
Andou a "comer" um "industrial" da treta, que agora está falido. Tiveram um filho que preferia estar com o papá e com os jogos da Playstation que a mãe não lhe podia dar e a gaja, que ganha cerca de 700€ por mês, tem de desembolsar pensão de alimentos para um filho de 15 anos que o juiz achou por bem entregar a tutela ao pai.
Pudera, com um puto aliciado com "mordomias" a dizer em tribunal que preferia o pai e ela, já na casa dos 50, a morar com um brasileiro de 25, só podia, não é?
Há gente parva dos dois lados eheheh

Vandinha disse...

Sem comentários.
Estes casamentos onde uma das pessoas é Famosa e a outra não, deixa-me sempre com a 'pulga atrás da orelha'.

Bjs***