6 de setembro de 2013

Parabéns Mammy


Ao longo destes meus 31 anos, tivemos as nossas zangas, porque queria chegar mais tarde do que as horas impostas, porque os meus namorados não eram do teu agrado, ou simplesmente por os meus amigos não corresponderem aos teus padrões.
Umas vezes meteste-te de mais na minha vida, outras fui eu quem não soube respeitar o teu papel de mãe (que agora estando eu nesse mesmo papel já percebo muita coisa).
O mais importante de tudo, é que apesar de algumas desavenças, birras, lágrimas, alguns gritos e outras coisas mais, nunca me falhaste…
Sempre que precisei de ti, estiveste ao meu lado e sei que vais continuar J
Algumas das vezes que precisei de ti, tive de ouvir “eu bem te avisei” e foi merecido.

Faz hoje uma semana que me pregaste um grande susto, nunca pensei que nas vésperas de fazeres 58 anos (ontem) fosses ter um enfarte….
No fundo esse é o tipo de coisas que achamos / pensamos  só acontecem aos outros
Neste momento estás bem, felizmente não ficaram “marcas” do sucedido para contar a história.

Espero que encares isto como um novo começo, deixa de dares importância ao que não é relevante para a tua felicidade, larga de vez o tabaco (dá cabo da saúde e da carteira), sai mais de casa, aproveita o cheiro do mar e das flores, dá uma oportunidade á felicidade.
já passaste por muito nesta vida, está na hora de aproveitares tudo o que a vida te dá de bom e desvaloriza o que não interessa.

Nos momentos mais difíceis, lembra-te que tens 3 filhos, duas netas e mais pessoas que te amam e te querem bem, és importante para as nossas vidas.

Tu mereces ser feliz mammy, luta por isso.

Amo-te muito, és a melhor mãe que podia ter

PS: Sei que ela não vai ler isto, mas fica aqui na mesma  J

1 comentário:

Vera, a Loira disse...

Oh... um beijinho para ela, que este novo ano seja feliz e que tudo fique bem com a saúde dela.