19 de maio de 2009

Temos de trabalhar....

Se há coisa que me irrita profundamente, é logo de manhã ter de encarar transito..... Outra coisa que me faz pensar é, se a maioria das pessoas entra ás 9h, como é que ás 10 ainda existe transito???? Fácil mais de metade do País não entra a horas, mas depois querem aumentos e promoções e gratificações, assim não dá!!!!! Mesmo eu no meu local de trabalho tenho algumas pessoas que nunca entram às 9h, e quando chegam, é como se não se passasse nada, chegam na descontra, ainda vão ver mails, dois dedos de conversa com a amiga pelo telefone, cafezinho, e depois sim, começa o trabalho. Depois ainda chegam tarde ás 14h e ás 10.50 já estão a sair........... Eu só sei é que da maneira que anda o desemprego, as pessoas deviam dar valor ao que têm, se não qualquer dia, ao chegarem ao emprego, está alguém mais novo e de sorriso na cara sentado na cadeira que no dia anterior era nossa. O nosso emprego pode não ser o melhor do mundo, mas enquanto recebermos certinho ao fim do mês e não existirem politicas de lay off, temos de agradecer o facto de não pertencermos a terrível lista dos desempregados em Portugal. Mesmo que estejas farto e o teu chefe não te valorize, pensa que és um assalariado, logo tens de trabalhar para pagares as tuas contas ao fim do mês. Mais vale arranjar uma forma de, nas 8 horas diárias em que tens de trabalhar, o fazeres de boa vontade se não vais andar sempre mal disposto e não vale a pena.

6 comentários:

hralves in Oporto disse...

"tenho algumas pessoas que nunca entram às 9h, e quando chegam, é como se não se passasse nada, chegam na descontra, ainda vão ver mails, dois dedos de conversa com a amiga pelo telefone, cafezinho, e depois sim, começa o trabalho." isto é perigoso!!!

Mas em tudo o resto, acabas por ter razão!
Mas não será essa politicas que as chefias estão a utilizar? O culto da insegurança, do medo, para nos fazer não pedir mais, não querer mais?

Tal como tu, prefiro a opção de tentar encontrar nestas 8/10/12h motivos para nem pensar nisso, executar o meu trabalho... e pouco ou nada mais!

Nuno disse...

depois de alguns anos de trabalho, começo a pensar que quem esta no desemprego e a aproveitar-se da s.social é que está bem! cada vez acredito menos que com o trabalho é que "vamos lá"... Que o vencimento cai certinho cai... mas é preciso estar 12 horas fora de casa, fora da familia, fora dos amigos e fora de tudo o que nos dá prazer fazer...

Despois de ler um estudo em que 30% da vida é passada a dormir, e 40% passada a trabalhar, começo a pensar... que têm que existir outra forma de "sobreviver" sem trabalhar...

Talvez a enganar os outros...
Talvez ir para presidente do benfica...
Talvez ir vender haxixe para o B.Alto...
Talvez roubar um banco...
hum....
Dedicar-me a prostutuição... o mais certo e rentável... se fosse "giro"... :)

Carla Alves disse...

Ai Sara! Para quem já trabalha à tantos anossssss (tou velha), esse optimismo tdo nem sempre resulta lol

Mas sim, no meio deste desemprego todo, tenho a certeza q sou uma sortuda.
Emprego das 9 às 5, ordenado certinho no final do mês, 25 dias d férias, 6 dias por ano para tratar d assuntos pessoais (aii q me doi a cabeça, n posso ir trabalhar..e pronto, é um assunto pessoal), net sempre ligada, msn sempre a bombar, vista para o Tejo...
É o paraíso. Só tenho pena é ter momentos q tenho realmente d trabalhar :D :D

Emídio disse...

Saír às 10:50?? Deve ser um erro de teclado não??

Minha querida, como eu concordo contigo

Boa continuação

Carlos Sampaio disse...

Ainda à dias ouvi na rádio que um banco transferiu por engano vários milhões de euros para a conta de um casal. Neste momento a polícia está à procura do casal e do dinheiro. O que vocês fariam? Não fugiriam também?

Sara disse...

Eu não conseguia me pirar, não era dinheiro meu, e tinha receio de depois ser apanhada lol