15 de abril de 2010

És festivaleiro(a)??

Não sei se tu que me estás a ler neste momento já foste a algum fstival de Verão, ou mesmo se és adepto de tal festarola, eu já fui :) :)
Cada vez mais na altura do Verão nascem festivais pelo País fora…..
Sudoeste, Ribeira de Ilhas, Super Bock Super Rock, Paredes de Coura, Vilar de Mouros, Delta Tejo, Rock In Rio entre muuuuitos outros.
Pessoalmente só conheço dois, o Sudoeste na Zambujeira e o Super Bock, tanto um como outro, já perdi a conta a quantas vezes fui, normalmente ia aos dois no mesmo ano.
O Sudoeste era mais “violento”, pois tinha de ficar lá a dormir e ficava no recinto campista improvisado para o efeito, era chegar cedinho, montar a tenda, a minha e dos amigos que acompanhavam o cortejo, depois era atirar lá para dentro o saco cama e pouco mais, pois a segurança não vinha incluída no preço do bilhete.
Durante os dias do Festival, a vidinha andava sempre a volta do mesmo, deitar tarde, muito tarde lol, muita cerveja, comida não aprovada pela asae, acordar cedo, pois o calor na tenda era insuportável, procurar o carro, que ao fim de um dia era igual aos outros todos que lá estavam pois o pó era em quantidade industrial, e rumar a Zambujeira, Odeceixe ou a Odemira, passar o dia de papo para o ar na praia, dormir um bocadinho e quando a tarde já vai avançada voltar ao recinto, pois muitas horas de concertos e divertimento nos aguardavam.
Claro que nem tudo era bom, as casas de banho, o banho, a poeirada……. tudo isso era aguentado com bom espírito, pois o importante era andar divertido e aproveitar ao máximo.
As minhas férias começavam sempre no festival, pois depois precisava de uns dias para recuperar, a Costa Alentejana era o local de retiro (meu e de muita gente, os carros eram facilmente identificáveis pela camada de pó que carregavam) lolll, quando a cabeça não tem juízo, o corpo é que paga lolll, mas era muito giro, e valia a pena.
O Super Bock era tipo o estágio, pois calhava sempre quando estava a trabalhar logo andava de rasto esses dias, trabalhar, festival, dormir umas horas e trablhar novamente para depois festival, depois era sábado e domingo, também com festival e segunda trabalhar lolllllllll, era duro, mas tudo vale a pena e quem corre por gosto não cansa J
De há uns anos para cá deixei de ir para os festivais, e muito sinceramente acho que já não tinha estaleca para 4 dias de Sudoeste (o Super Bock ainda se aguenta lolll).
Agora os amigos já têm filhos e as responsabilidades também já são outras.
É a isto que se chama crescer?
Eu acho que sim :)
E tu? És ou já foste festivaleiro??

5 comentários:

Vandinha disse...

Antes de (voltar) a namorar o Rui, cheguei a ir 6 anos seguidos ao Festival Sudoeste que, para mim, continua a ser dos melhores. Adora tudo: o ambiente, as amizades, as loucuras, as noitadas, a poeirada, os chuveiros :P
Muito bom mesmo. Tenho saudades desses tempos dos Festivais.. eu agora é mais concertos!! Se bem que agora com o Guilherme... há-de ser mais os Concertos para Bebés!

Bjs***
Xu

omaiscomumdosmortais. disse...

Para mim simplesmente aberrante. desculpa a transparencia.

Petra Pink disse...

nunca fui a nenhum.
penso ir uma vez apenas só para saber como é para conhecer.
Mas nao me entusiasma assim muito.

dinona disse...

Eu sou festivaleira mas só quando é bandas metal :)

Não gosto muito é da parte das tendas, por isso normalmente só lá fico um dia.

Emídio disse...

Já fui mais de festas, mas sinceramente, a esse tipo de festivais, nunca fui nem nunca tive intenção de ir.
Talvez um dia vá, mas também não sei quando, agora com 2 crianças em casa, talvez quando eles decidirem ir, aqui o "cota" os acompanhe lololol