9 de agosto de 2011

Guerra dos sexos






Desde o tempo dos nossos avós que se fala da guerra entre homens e mulheres.

Homem que é homem não chorava, não ficava doente e tinha de trabalhar, era a imagem da força e do respeito (alguns eram mais temidos que respeitados), tinham de sustentar a casa, muitas vezes eram brutos, não ajudavam puto em casa, mas tudo o que era preciso arranjar em casa eles faziam.

A mulher tinha de tratar da casa, ter sempre tudo limpo e imaculado, sob pena de levar no lombo, a educação das crianças fica sob a sua responsabilidade, e o que fizessem de mal a culpa era da mulher. Não trabalhavam fora de casa e serviam o marido como quem servia a Deus, não podia reclamar nem dar opinião.Era o típico, o marido chegava a casa, sentava-se no sofá e lá vinha a mulher com os chinelos numa mão, uma cervejinha na outra e a informar o que tinha ao lume para o jantar.

Divórcios? Isso não existia, casamento era para a vida toda

Sim é uma visão um pouco negra, mas se forem a ver era a realidade da maioria.


No tempo dos nossos pais, as coisas já eram um pouco diferentes, o homem mantinha as mesmas funções, mas a mulher já tinha estudos, trabalhava fora de casa, mas com ordenado muito abaixo do marido (nem eles aceitavam o contrário).

Em termos da vida doméstica não varia muito da primeira situação descrita, o homem continua na mesma vida do não faz nenhum, e a mulher acumula funções, além da casa tem o emprego, mas o repasto tem de estar na mesa a hora certa.

O homem continua a ser a imagem forte da casa, e a mulher vai aguentando, nascem as depressões e os divórcios disparam em flecha.


Hoje em dia tudo mudou :)

Apesar de muitas mães terem educado os filhos a imagem do pai, a não fazer nenhum, as namoradas e mulheres tratam de redimir o mal feito.

Em termos laborais, a mulher finalmente consegue subir na hierarquia, mas poucas são ainda as que chegam ao topo.

Em casa as tarefas são partilhadas, normalmente os homens tratam de colocar a loiça na máquina, aspiram ou limpam o pó, uns (raros) até já passam a ferro (algo impensável ainda para alguns), outro cozinham ou compram a Bimby, ajudam a tratar das crianças, estendem a roupa, e os aparelhos domésticos já não são para uso exclusivo da mulher e eles até já sabem para que servem.

Nos dias que correm os homens já choram, não sabem arranjar um cano que rebente, e já pedem indicações na rua, para não andarem perdidos durante horas por vergonha de mostrarem que não sabem onde estão.

Os móveis são comprados no IKEA e quem os monta é a mulher, ou por eles ainda se recusarem a olhar para as instruções, ou porque a mulher é um ser mais despachado e prático loll.

Hoje são poucos os casais que se casam, viver junto é mais fácil.

5 comentários:

Vanda Saraiva disse...

Eu tenho um HOMEM raro!!!! :)

Sara* disse...

LOL Aproveita Vandinha, normalmente eles fogem de duas coisas, ferro de engomar e casas de banho lolll

Carla Santos disse...

Sara o meu é desses, lol.
Faz tudo o resto mas foge como o diabo da cruz da casa de banho, do ferro sou mesmo eu que prefiro que ele não lhe pegue, pois custa muito pagar a conta da luz no fim do mês ;)

Petra disse...

Lá em casa com o boy friende as tarefas são todas partilhadas!
Tem de ser! Não me chamo Isaura chamo-me petra...
"alusão a novela Escrava Isaura lol"

diana oliveira disse...

Porque e que nao Mistral a pila do homem. Assimilated eu conseguia fazer sexo com o Meu namorado neste preciso momento :-(