9 de agosto de 2010

Tenho de conseguir ignorar, eu sei que sim, mas é tão difícil

Eu sei que uma grávida não de pode enervar, mas por vezes as coisas não são assim tão fáceis, falo por mim claro.
Ao longo de um ano e tal de blog, já consegui mostrar por A + B que o local onde trabalho não é igual para todos, e o mais triste é que com o passar do tempo eu vou tendo cada vez mais provas disso, e acreditem que preferia chegar a conclusão que afinal estava enganada e o meu mau feitio é que distorcia as coisas.
Infelizmente não, a minha análise estava correcta, enquanto uns ( onde me incluo, estando desta forma a dizer que sou parva pois só perco com isso) tentam fazer as coisas em condições, e, de cada vez que faltam colocam no sistema que faltaram, seja uma manhã ou uma tarde, perdendo como é óbvio euros ao fim do mês referente ás horas que não estivemos a trabalhar, outros (os espertos e espertas) faltam a torto e a direito, chegam atrasados todos os dias, e atenção não estou a falar de 10 minutos, estou mesmo a dizer horas de atraso (no fim do mês dão mais de uma manhã ou tardes de atraso sem duvida alguma), como são cobertos pelos chefes, que não deveriam o ser pois não sabem separar as coisas, são aumentados, recebem prémios, e felicitações da chefia. é triste meus senhores muito triste mesmo.
Eu tento, juro que tento, mais até pela criança que tenho dentro de mim, mas estas coisas tiram-me do sério e revoltam-me.
Vou tentar me acalmar, acho que tenho de aprender exercícios de relaxamento, antes que a minha médica me dê baixa, ou então não lolllllll

3 comentários:

Vanda Saraiva disse...

Não só é triste como te deixa totalmente desmotivada...
Eu aqui no meu trabalho é a mesma coisa. Fui a única pessoa, em 3 anos que conseguiu colocar o trabalho do Departamento em dia mas, os prémios e os louvores vão para os outros que coçam a tomatada o dia inteiro...

Enfim... vamos continuando a trabalhar porque o Gui não vive só de mimos.

Aquae Flaviae disse...

Calma linda!!!!!!!!!!!!
Isto por cá sempre foi assim e vai continuar a ser... infelizmente...

Falando de grávida para grávida (lollll) não tem sido fácil manter a calma e ignorar certas coisas mas neste momento penso mais no bem estar do meu filho do que no meu, não é fácil mas é possivel!

Inspirar e exprirar profundamente ajuda! lolll

bjinhos!

Bosque das Fadas disse...

Calma Sara, não te podes enervar tens um bebé que precisa e ti e isso é o mais importante.
Não faças nem digas nada se não quem perdes és tu, já passei por isso não adianta falar, tem força é o País que temos...

Beijinhos grandes