9 de agosto de 2010

Uma flor para todos

De há um tempo para cá tenho reparado algumas mudanças em mim.
Não estou a falar da barriga que cresce nem do peito que aumenta de número, mas sim alterações na minha pessoa interior.
Eu nunca gostei de estar mal com ninguém, mas se eram pessoas que não me diziam muito, também não fazia muito para remediar as coisas.
Neste momento, aliás de há um tempo para cá, mais precisamente desde o dia 27 de Maio (dia em que fiquei a saber que ia ser responsável pela formação de um ser), que vejo as coisas de maneira diferente.
Por exemplo no meu post anterior em que critiquei certas e determinadas atitudes, sei que algumas pessoas que lêem mas que não comentam o meu blog ficaram irritadas comigo.
Não têm de ficar eu estou contra o sistema, vocês apenas têm coragem de tirar vantagens das falhas que neles existem, eu não, cada pessoa vive com as suas próprias atitudes, eu prefiro não ser beneficiada, mas também não me podem atirar nada a cara.

Mas é verdade, ao contrário do que pensam sempre fui uma pessoa sensível e agora ainda sou mias.
Não desejo mal a ninguém, quero é pessoas bem dispostas e felizes a minha volta.
Por isso, envio um girassol (que gosto muito) para todos os que me lêem, os que não lêem, para os que comentam e também para aquelas que apenas criticam.

3 comentários:

Tixa disse...

Também sou assim, prefiro conseguir as coisas por mérito, prefiro ser enganada do que enganar.
Prefiro dormir de consciencia tranquila(apesar de haver que nem sequer tenha consciência).
Sempre me revoltei contra o sistema das cunhas e nunca mas nunca tentei usar uma que seja em meu beneficio,prefiro assim.

Petra Pink disse...

ohh linda dizes o que queres aqui! hehe... quem não gostar não leia. bjo

Aquae Flaviae disse...

Obrigada pelo girassol! Também gosto muito!

Energias positivas a fluir!!!