8 de julho de 2009

As realidades de hoje

A Gripe A anda ai
uma mascara tenho de comprar
Não posso ficar doente
Pois não posso parar de trabalhar

A ministra da saúde
Já me veio tranquilizar
Se precisar duma vacina
Só 4 a 5 meses tenho de esperar

No dia que eu morrer
Nem no Metro vão falar
Jornalistas não vão aparecer
Nem concertos vão organizar

O meu nome não é Ronaldo
O meu ordenado não é de milhões
A minha mãe não é uma bimba
Não sou idolatrada por multidões

Para hoje seres famoso
Algumas coisas têm de te sujeitar
Dizer adeus a privacidade
É algo que não podes negar

Já chega de devaneios
Está na hora de trabalhar
O meu chefe não está cá
Mas há antenas no ar

6 comentários:

Carla Alves disse...

ÉLAAAAAAA
Acordaste inspirada, ou copiaste o texto da net lol??

Sara disse...

LOL
se fosse copiado, tenho a certeza que era muito melhor loll

carla sss disse...

Só falta os manjericos :)

ricardo disse...

Deves ter a mania deves loll, mas sim sr ta mt fixe :)

Ana disse...

Tás uma artista feita!! As tuas palavras estão cheias de razão!

Emídio disse...

EPAAAAAA

FOOOOOOOOOOOOOOD**************-SSSEEEEEEEEE

Sim senhora, muito bem... gostei particularmente do final. Vá-se lá saber porquê... lol