15 de dezembro de 2010

Dia para esquecer

Ontem dia 14 de Dezembro foi dia de consulta com a minha médica.
Mostrei as ultimas análises que fiz, a ecografia, uma vez mais por causa da tensão estar um pouquinho alta ela queria me dar baixa, mas uma vez que na sexta feira entro de férias, não vale a pena, em Janeiro vou ter com ela e em principio já não trabalho mais até meados de Junho :)
Nas minhas consultas mensais a minha médica ouve sempre o coração da minha Mariana, ontem ela estava com uma cara muito esquisita, e sempre de volta do aparelho. Como é óbvio eu perguntei se existia algum problema, ao que ela me responde que possivelmente não, mas que os batimentos cardíacos da miúda não estavam normais.......
PÂNICO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Não me consegui controlar, comecei a chorar de uma maneira que nem conseguia falar, tudo me passou pela cabeça, que ela poderia estar a sofrer, que teria de nascer já, que teria problemas de coração, que podia perder a minha filha....... o chão parecia que me fugia dos pés e já nem respirar em condições sabia.
O pior de tudo é que estava sozinha, mal sai dali comecei a andar e a telefonar ao R, as palavras não me saiam em condições, as pessoas na rua olhavam para mim, de óculos escuros e água a escorrer-me pela cara, ele e a minha mãe foram logo ter comigo e fui para o Hospital com uma carta fechada a dizer URGÊNCIA!!!!
Eu sei que a minha médica me disse para não me enervar, que só queria que eu fosse fazer os exames para descargo de consciência, mas as palavras "os batimentos cardíacos do bebe estão abaixo do normal dela" não me saiam da cabeça.
Quando cheguei ao Hospital não demorei muito a ser atendida, depois fui fazer um CTG e uma ecografia.
Resultado, felizmente tudo está em perfeitas condições com a minha menina, e no hospital não viram necessidade de eu ter lá ido, pois a auscultação fetal tem de estar sempre entre 120 e 160bpm, na consulta com a médica estavam a 125, logo estava dentro dos parâmetros, apesar de em consultas anteriores estar a 152 ou 140bpm.
no Hospital criticaram a minha médica, mas por um lado ainda bem que ela me mandou fazer o exame, assim não ficaram duvidas que a minha filha está bem :)
Mas este foi sem duvida (até a data) o maior susto da minha vida, sei que por causa dela ainda vou apanhar sustos ao longo dos anos, mas este...... não desejo a ninguém o pânico que passei ontem.
Amanhã fazemos 34 semanas, já não falta tudo para conhecer a minha filha ;)
Depois desta tenho mesmo de fazer a mala dela e a minha....
É incrível o amor que sinto por esta menina que ainda nem tive nos braços.....

4 comentários:

Bosque das Fadas disse...

Ainda bem que tudo não passou de um susto.

um beijinho grande p ti e Mariana

Petra Pink disse...

oh sara, imagino o stress o pânico, mas se isto te descansa conheço imensas grávidas a quem isto ja aconteceu, ou batimentos acelerados ou mais lentos...
E depois tudo ficou bem.... ainda outro dia a uma colega minha teve esse susto!
beijo enorme e mantém-te calma, ja falta pouco para a vossa grande grande vitória!
e vai nascer em janeiro! hehe beijo

Helena disse...

Pois é minha querida tudo o que tu oensaste também passou pela minha cabeça e não podia partilhar tal coisa contigo, já bastava o estado em que estávas, no 1º balcão onde fui não me deixaram ir ter contigo sem eu me acalmar primeiro para não te enervar mais, precisavas era de apoio e não de alguém no meu estado. Foi um dos maiores sustos dos últimos anos, já passou! Vamos esquecer este episódio. A nossa Mariana está bem e recomendasse, só a quero apertar muito nos meus braços e mostrar-lhe o meu amor. Adoro essa menina e ainda não a conheço. Beijos filhota, ser mãe é lindo mas também é sofrer, a vida é feita destas coisas...há as boas e as menos boas!

Carla disse...

Bolas Sara, faço uma pequena ideia do susto que passás-te. Ainda bem que está tudo normal com a Mariana.
Beijocas grandes e vai correr tudo bem, não tarda nada já a tens nos teus braços, e depois esquece-se tudo acredita!
Uma hora pequenina, e boas festas!
Carla Santos