26 de maio de 2010

Suicídio

Muitas são as opiniões sobre este tema…..
Coragem?
Egoísmo?
Cobardia?
O que eu sei, é que não é solução para qualquer que seja o problema que assombra o individuo que pensa em se suicidar……
Uma coisa eu acredito, a grande maioria das pessoas que fala nisso, muitas vezes não têm mesmo a intenção de consumar esse acto, mas sim chamar a atenção, pois quem quer colocar termo a vida, não avisa ninguém……… simplesmente elabora o seu plano e executa.
Muitas são as formas escolhidas, os comprimidos, a linha do comboio, as pontes, o cortar os pulsos, o enforcamento, ou mesmo com o auxilio duma pistola……
Infelizmente já passei por uma experiência que me marcou muito, uma pessoa conhecida tentou por termo a vida, é horrível, o desespero de tentar ligar para os bombeiros e dizerem que sem o consentimento dela não a poderiam ir buscar…….
Mas quem é que acha que uma pessoa dessas tem o discernimento de saber o que é melhor?????
Será que as pessoas que cometem esses actos pensam em quem cá fica????
Na dor que é ler uma carta que nos foi escrita em forma de despedida……
E os que se suicidam por terem muitas dividas????
Não sejam estúpidos, as dividas ficam para quem cá fica, que sem saber ler nem escrever levam com credores a porta e a vida fica feita em merda, pois quem realmente tinha essas dividas simplesmente não quis saber mais.
Jovens que se matam por terem terminado um namoro….. mas o que se passa com esta gente?????????
O meu professor de Desporto disse uma vez uma coisa engraçada, quando uma amiga chorava por o namorado ter terminado a relação
“Os homens são como os autocarros, não corras atrás de nenhum, espera sempre pelo próximo”
A única coisa para a qual não existe solução é para a morte, e essa é a única coisa certa que temos nesta vida, não a façam chegar mais cedo do que o devido.
Vamos aproveitar cada dia, e dar valor ao que realmente importa, todos temos fazes menos boas na vida, temos é de fazer com que as boas sejam sempre as que merecem recordações e importância, e levantar a cabeça e seguir em frente nas menos boas.
Como diria um amigo meu:
“Problema só é problema se tiver solução, se não, não é um problema sequer, é um facto”

7 comentários:

Nocas disse...

Que tema tão pesado!! Mas tens razão naquilo que escreves..

dinona disse...

Eu acho que isto é um assunto que a gente por mais que opine... só quando nos vemos no fundo do poço é que podemos dizer que resistimos ou não.

Presentemente posso dizer que nunca, jamais me mataria que a vida é um dom demasiado grande para o desperdiçar... mas não sei o dia de amanhã, que poderei estar tão mal que a minha única solução é desistir...

Só quando me vir realmente entalada é que posso dizer se sou cobarde ou corajosa...!

Just Me...S disse...

Não me consigo sequer imaginar a passar por tal situação, até porque tenho pavor da morte!!!

Beijoca doce

Vandinha disse...

Não acho que seja nem cobardia, nem coragem. Penso que as pessoas que tomam essa decisão são pessoas completamente dominadas pelo desespero.

Beijinhos**
Vandinha

Emídio disse...

Não aprovo nem critico, desconheço o meu dia de amanhã, mas conhecendo-me como me conheço, só um motivo me levaria a tal extremo, mas isso fica mesmo comigo próprio.

Sara... mais um assunto polémico que aqui "postáste"... parabéns pelo blog uma vez mais

Anne disse...

para mim trata-se de cobardia, medo e fraqueza. mais nada. por mais desesperados que estejam. não me venham com tretas ah e tal porque coitadinho a vida dele estava um caos, tinha muitas dívidas, ninguém o amava, blá blá... há milhões de pessoas que lutam diariamente até por uma refeição e um pedaço de pano para se cobrirem e não os vemos a querer morrer e deixar para os outros os seus problemas para resolver. e claro, o suicidio é uma doença do mundo moderno, do mundo ocidental, onde o egoismo e a vontade de ser melhor que os outros nos leva a procurar a felicidade em sítios onde nunca a encontraremos.

por isso pra mim, sim! é egoísmo.

MarKekas disse...

Posso dizer que já tive momentos em que coisas parvas me passaram pela cabeça, em pleno desespero, mas não passaram de pensamentos, pois sei bem que tudo tem solução.

É isso mesmo. Quem fala muito nisso, é só para chamar a atenção. Quando me vêm contar que este ou aquela ameaça suicidar-se, eu digo logo para ficarem na boa, que é bom sinal estarem a avisar. Mas há excepções, claro.

Infelizmente já lidei com uma situação destas, que se concretizou. Nunca se desconfiou de nada. Planeou, deixou cartas e executou. Quando a intenção é séria, é assim que acontece, de forma fria e calculista.

Fiz várias análises, e depois de passar pelo que já passei, consigo compreender o desespero e a vontade de se querer acabar com tanta dor acumulada. Por vezes é tão grande que as pessoas cegam, perdem a noção da realidade e entram noutra dimensão, onde tudo o que os rodeia deixa de fazer sentido.. o trabalho, a família, os amigos, tudo!

Há quem diga que é um acto de coragem, mas para essas pessoas as coisas invertem-se. Coragem seria conseguirem ficar por cá. E é assim a vida, cheia de diferentes perspectivas.

Beijoca*